link para o menu
prateleira
Natureza Morta Pedro Alexndrino
texto Almeida Junior
maquete Almeida Junior
relevo Almeida Junior
livro de poemas
contraste Almeida Junior
Pintura de referência
movel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
ALMEIDA JÚNIOR (Itu/ SP, 1850 – Piracicaba/SP, 1899)
Marinha, Guarujá, 1895
Óleo sobre tela
Doação Família Azevedo Marques, 1949
Poesia associada à Pintura de Almeida Junior.
ampliar imagem
retorna ao menu
Mar
Rubem Braga

A primeira vez que vi o mar
eu não estava sozinho.

O mar entrava pela maré
e a maré entrava pela marola.

A marola vinha e voltava.
A maré enchia e vazava.

O mar às vezes tinha espuma
e às vezes não tinha.

(...)Três lagoas mexendo
esvaziando e enchendo,
com uns rios no meio,
às vezes uma porção de espumas,
tudo isso muito salgado,
azul, com os ventos.(...)


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player